Dança em Foco

Dança com Sling – Mães/Pais e Bebês

A dança trabalha o desenvolvimento da coordenação motora, da flexibilidade, do ritmo, do equilíbrio e da agilidade. Com uma essência terapêutica, usa o movimento e não as palavras como meio básico para a avaliação, o autoconhecimento e também a disciplina, propiciando mudanças nos hábitos de vida. É o que observamos na prática da dança realizada individualmente. Na dança a dois, há o benefício adicional das relações tornarem-se mais amistosas e também havendo uma ligação maior consigo mesmo e com os outros.

Ao agregarmos a díade mãe-bebê na dança, usando o sling, possibilitamos também o benefício do contato físico numa relação afetiva complementar saudável biológica e psicologicamente, construindo confiança, respeito, amor mútuo, companheirismo, entre tantas outras definições que expandem uma série de trocas e interações ricas para uma fase tão importante da vida.

O bebê tem o dom natural do movimento corporal, explorando essa habilidade. Em um desenvolvimento saudável, essa habilidade evolui. Do contrário, criam-se dificuldades que podem vir a se manifestar mais tarde, em qualquer momento da vida.

Com isso, a dança da mãe junto ao bebê ensina novas possibilidades e as artes do movimento podem ajudar a ter uma tranquilidade no corpo e a expandir não apenas os movimentos, mas também a maneira de sentir e pensar de ambos. Os movimentos da dança conduzidos pelo ritmo da música promovem espontaneamente a harmonia entre esforço e prazer.

Entre os benefícios da dança com o bebê no sling, podemos citar: momento de intimidade com o bebê, favorecendo o vínculo afetivo, com confiança e cuidado; fisicamente, melhora de equilíbrio e maior consciência sensorial dos dois; mais sensibilidade e flexibilidade; definição de limites para o bebê e também para a própria mãe.

Dançar trabalha com inibições e repressões, deixando as pessoas mais ativas, decididas, confiantes e criativas, proporcionando a realização do potencial próprio e com autenticidade e a aceitação de si mesmo. É uma forma de acessar a sabedoria do corpo, aumentando a capacidade de se manter centrado e com os pés no chão.

Para aquelas que não têm tempo, mas têm muita vontade de fazer aulas de dança, é uma oportunidade de se beneficiar com a dança a dois (ou melhor ainda, a três), possibilitando a perda de peso e trabalhando junto a expressão corporal.

Dançar torna a pessoa mais livre, desprendendo-a dos passos dados, sentindo os passos atuais e projetando cada passo futuro.

Login